Os perigos da margarina para sua saúde

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA MARGARINA:

Gorduras Vegetais Hidrogenadas, Sebo Animal, Ácido Sulfúrico, Leite de Vaca, Soda Cáustica, Ácido Benzóico, Ácido Butil Hidroxitolueno(explosivo), Galato Propila, Corante Artificial(CI, CII, etc.), Aromatizantes Artificiais(PI, PIV), Antioxidantes Artificiais(AV, AVI e AVIII), Estabilizantes Artificiais, Vitamina "A" Sintética ou Acetato de Vitamina A2,20.COC Co)

RISCOS DE CONSUMO:

Ácido Sulfúrico, soda cáustica, ácido benzóico, antioxidante, aromatizante, estabilizante; estes são alguns ingredientes utilizados na fabricação da Margarina – produto que freqüenta com desenvoltura as mesas de milhões de pessoas no mundo inteiro.

A denúncia é do Dr. Haroldo Timponi, médico e presidente da Associação de Cultura Biodinâmica, uma entidade formada por naturistas e estudantes da alimentação de Belo Horizonte.

Segundo o pesquisador mineiro, além dos produtos mencionados, a margarina contém ainda outros componentes altamente nocivos à saúde, como óleos vegetais saturados e sebo bovino. Ele explica que o óleo vegetal da Margarina recebe átomos de hidrogênio na sua industrialização e os fabricantes ainda usam quinze diferentes produtos químicos, inclusive um que é explosivo – o ácido butil hidroxitolueno – para quebrar as estruturas de sebo de boi e conservar a mistura. E afirma que "não é difícil prever o que pode ocorrer quando se coloca isso tudo no organismo".

Dezoito anos de experiência médica – o Dr. Haroldo alega que a própria classe está omissa ao assunto, e que isso se deve à falta de informação. "O que se vê é a televisão mostrando a margarina como um produto inteiramente vegetal, com aquele cheiro de fazenda e infelizmente, a maioria dos médicos aceita isso passivamente aponto de recomendarem o uso do produto aos seus pacientes". O médico de Minas conta que atende em seu consultório pacientes que apresentam queixas de doenças causadas pelo uso inadequado de gorduras, principalmente da Margarina. Mas o Dr. Haroldo só chegou a essa conclusão e passou a preocupar-se com a questão à partir de1979, quando seu filho mais novo e sua mãe de 81 anos insistiram para que ele próprio deixasse de consumir a Margarina. "Na época eu vivia com dor de cabeça, indisposto e usava muito o produto por julgar ser ele o melhor para saúde que a manteiga. Minha mãe sempre dizia para eu deixar de usá-la porque continha sebo bovino. Eu lhe repondi que não era possível e que ela devia estar enganada acerca da informação. Mas um dia contou-me que conhecia um fazendeiro, no interior de Minas, que fornecia o sebo de boi para as fábricas de Margarina. A partir daí, resolvi estudar o assunto onde para minha surpresa, constatei que ela estava absolutamente certa.

DOENÇAS:

Intoxicação da amígdala, do pulmão, retenções intestinais e problemas articulares; são as doenças que o Dr. Haroldo menciona como possíveis de serem contagiadas com o uso da Margarina. Ele explica que tais doenças podem surgir porque os aminoácidos do sebo de boi, quando ingeridos, são totalmente alterados no organismo por causa das substâncias químicas colocadas no produto. Ele adverte ainda que: "As gorduras saturadas acumuladas no organismo fazem observação ou obstrução cerebral venenosa e até da inteligência, pois esclerosa mais cedo os vasos cerebrais, não suficiente, não dando suprimento de oxigênio ao cérebro, o que leva ao enfraquecimento da memória e do cansaço cerebral".

O pesquisador prossegue afirmando que "normalmente não se houve dizer que Margarina alguma tenha apodrecido nas prateleiras dos supermercados; isso se dá porque as substâncias químicas não permitem que a deterioração aconteça. É o caso do presunto, do salame, etc... que são carnes que deveriam estar deterioradas e não estão pelo mesmo motivo que um defunto da Escola de Medicina não apodrece, ou seja, porque estão embebidas em formol. Quando ingeridos, esses produtos causam verdadeiros desastres no organismo".

MANTEIGA:

O médico mineiro considera a manteiga mais saudável que a Margarina e explica que "a Margarina oferece maiores riscos principalmente porque contém sebo bovino; rico em colesterol, em proporções bem maiores que a manteiga". Todavia, o Dr. Haroldo não recomenda a substituição da Margarina pela manteiga porque há no mercado manteiga com grande percentagem de Margarina na sua composição. "Conheço uma fábrica de manteiga de Belo Horizonte que é grande consumidora da Anderson & Claiton e que usa o produto dessa companhia para misturar ao seu.

ALTERNATIVAS:

Patês de legumes e de certas frutas, como o abacate são alternativas apostadas pelo Dr. Haroldo em substituição da Margarina nas formas em que ela é usada. E para os que têm problemas de colesterol; aconselha o médico que faça uso da maionese caseira (as vendidas em supermercados contêm substâncias químicas) mel, geléia de frutas (em pequena quantidade) tudo de preferência feito em casa.

Por fim, o Presidente da Associação de Cultura Biodinâmica ressalta que "o consumo de manteiga ou Margarina deve-se muito ao uso do pão branco ao invés do integral. O pão branco exige manteiga porque tem um gosto horrível, sendo impossível de ser ingerido sozinho".

Abordado sobre o tipo de gordura que devemos usar, o Dr. Haroldo aconselha o uso de óleos vegetais como o de milho, girassol, gergelim e de soja, afirmando que tal sugestão é feita levando em conta o fato de não existir no mercado um óleo industrializado totalmente isento de produtos químicos.

FRITURAS:

"O importante no uso das gorduras é a quantidade; que não deve ser exagerada". Prossegue o Dr. Haroldo, explicando que "devemos evitar as frituras porque elas saturam as gorduras, quer animais ou vegetais, e no consumi-las estaremos colocando ácidos no organismo, que é bastante prejudicial à saúde. E é sempre bom lembrar que há produtos como o arroz integral, que exige apenas gotas de óleo".

O Médico sugere que as pessoas passem a cozinhar ou assar alimentos, sempre preferindo o cru ao cozido e o vegetal ao animal. Ele também defende que "pés bem quentes, cabeça bem fria e intestinos bem vazios, com evacuações diárias como práticas fundamentais à boa saúde.

Segundo o Dr. Haroldo Timponi, cigarros, bebidas alcóolicas e alimentação inadequada – envolvendo o consumo de carne, farinha branca e açúcar refinado- são convites ao sofrimento. Quem não quer sofrer as agruras da Medicina manifestadas nos exames agressivos, na intervenção cirúrgica, deve fazer a Medicina Preventiva, pois a pessoa que se alimenta mal e cultiva hábitos nocivos não tem outra saída senão o bisturi, a ponte de safena e tratamentos similares".



(Entrevista de José Luiz Siqueira)

2 comentários:

Anônimo disse...

Será que usar creme vegetal é tão ruim quanto usar a margarina normal?

Eu tento substituir a margarina por creme de amendoim ou geléia.

Delirium disse...

Oi, anônimo! Bom, não escrevi este artigo, porém, pessoalmente acredito que utilizar o creme vegetal seja melhor. De acordo com o Idec, o creme vegetal posui 8% a menos de gorduras totais que a margarina, mas não basta apenas confiar no nome dos produtos, é preciso também ler os rótulos, pois algumas empresas não fazem distinção do creme para a margarina.